DIVULGAR DESAPARECIDOS-UMA LUTA DE TODOS NÓS!

Mais de 200 mil pessoas desaparecem no Brasil por ano,segundo pesquisa realizada pela ONG Movimento Nacional de Direitos Humanos e Ministério da Justiça(dados de setembro/2009).Deste total,crianças e adolescentes representam 5%.Os motivos do desaparecimento podem ser variados:tráfico de seres humanos,rapto de crianças para adoção ilegal,prostituição e exploração sexual infanto-juvenil.Para a polícia,porém,as causas apontadas acima são minoria.Muitos se perdem ou fogem de casa por causa da violência ou alguma deficiência mental.Ajude a diminuir a dor dessas famílias,divulgando fotos de desaparecidos.Uma luta de todos nós!

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Família de menina desaparecida em Minas divulga foto da criança durante o Fla x Flu

A família de Emily Ferrari, de 8 anos, desaparecida desde o dia 4 de maio deste ano, em Rio Pardo de Minas, no norte de Minas, irá, mais uma vez, tentar ajudar nas investigações referentes ao sumiço da criança.
Neste domingo (10), Dia dos Pais, o pai da menina, o corretor de seguros Leandro Campos, irá divulgar fotos da filha durante o clássico Fluminense e Flamengo, no Maracanã, no Rio de Janeiro.
— Eu e mais 20 pessoas da família vamos distribuir panfletos com a foto da minha filha na entrada do jogo. Vamos pendurar seis faixas e vestir camisetas com o rosto dela estampado. A nossa intenção é que todo o Brasil tome conhecimento do desaparecimento de Emily e nos ajude a encontrar a minha filha.
Essa é a segunda vez que a família da criança faz a divulgação do caso durante jogos de futebol. No dia 24 de julho, cartazes e faixas com a foto de Emily foram exibidos durante a final da Copa Libertadores, disputada pelo Atlético-MG e o Olimpia (PAR), no Mineirão, em Belo Horizonte.
De acordo com a delegada responsável pelas investigações do sumiço, Cristina Coeli, titular da Delegacia de Pessoas Desaparecidas da Polícia Civil de Minas Gerais, a iniciativa do pai e familiares de Emily pode ajudar nas investigações.
— É uma boa ideia, que foi aprovada por mim. Quem sabe o fato da foto da criança ser divulgada nacionalmente não faça com que recebamos mais pistas sobre o paradeiro dela.
Pistas
No começo da semana, uma nova pista recebida sobre o desaparecimento de Emily foi descartada pela polícia.Segundo Cristina Coeli, um homem ligou para a delegacia e disse que viu uma menina muito parecida com Emily em uma loja em BH, na região do Barreiro. No entanto, a câmera do local provou, na terça-feira (6), que não era a garota procurada quem passou por lá.
Além dessa pista, a polícia foi informada que Emily carregava uma pequena bola na mão quando desapareceu. O brinquedo teria sido entregue a ela por outra criança, ainda mais nova que a menina, cerca de três minutos antes do seu desaparecimento. O brinquedo ainda não foi achado.
Outra pista registrada foi a informação de que a criança carregava uma boneca "Meu bebê" negra quando sumiu.
Investigações
Ainda segundo Cristina Coeli, as investigações ainda são feitas em todas as direções possíveis, considerando as possibilidades de um sequestro por pessoa sem vínculo ou por pessoas que tinham relacionamento com a criança. O pai, que chegou a ser considerado suspeito, teve qualquer participação descartada pela polícia.
Entenda o caso

Emily, que tem necessidades especiais, desapareceu no dia 4 de maio deste ano, na cidade de Rio Pardo de Minas. Ela foi vista pela última vez brincando na frente de casa. A polícia tem pistas de que um carro preto passou pelo local no horário do sumiço da criança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário