DIVULGAR DESAPARECIDOS-UMA LUTA DE TODOS NÓS!

Mais de 200 mil pessoas desaparecem no Brasil por ano,segundo pesquisa realizada pela ONG Movimento Nacional de Direitos Humanos e Ministério da Justiça(dados de setembro/2009).Deste total,crianças e adolescentes representam 5%.Os motivos do desaparecimento podem ser variados:tráfico de seres humanos,rapto de crianças para adoção ilegal,prostituição e exploração sexual infanto-juvenil.Para a polícia,porém,as causas apontadas acima são minoria.Muitos se perdem ou fogem de casa por causa da violência ou alguma deficiência mental.Ajude a diminuir a dor dessas famílias,divulgando fotos de desaparecidos.Uma luta de todos nós!

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Criança sequestrada tem alta e maternidade reforça segurança

Acusada de ter se disfarçado de enfermeira e levado o bebê foi presa. Polícia concederá entrevista coletiva ao meio-dia.

A diretora do hospital do Satélite, Sabrina Tajra, informou agora pouco – às 10h50 – que o bebê sequestrado teve alta na manhã de hoje. O recém-nascido de apenas três dias de vida passou por uma bateria de exames e passa bem.


TERESINA(Imagem:BEBE JA TEM ALKTA)
“Fizemos exames tanto na mãe como no bebê e todos estão bem. Por isso, ele teve alta”, disse a diretora do hospital.


O recém-nascido foi sequestrado por uma falta enfermeira dentro da maternidade do Satélite na manhã de ontem. Em menos de 24h, a mulher acusada do crime foi encontrada no bairro Aeroporto. Ela foi identificada como Débora Santos Cunha, 34 anos, servidora pública da prefeitura de Lagoa Alegre.


DE BEBES(Imagem:SEQUESTRADORA)

Sabrina Tajra informou que após o sequestro o hospital adotou uma série de providências. Entre as medidas está o reforço na segurança do ambulatório e da maternidade, além de exigir o uso de crachás tanto dos visitantes como dos funcionários e instalação de câmeras pelo hospital.


“Temos um fluxo muito grande de pessoas e o crachá é para identificar os visitantes e os servidores. Pedimos um reforço de oito policiais para fazerem plantão no hospital”, disse. 
Sabrina atribui o crime a uma “fatalidade” e um descuido, mas ressaltou que o sequestro poderia acontecer em qualquer hospital. 

atualizada às 9h11


O bebê sequestrado da maternidade do hospital do bairro Satélite, na zona leste de Teresina, na manhã da última segunda-feira (4) e encontrado ainda ontem à noite, passará passou por uma série de exames que deverão continuar nesta terça (5). A medida é de precaução para assegurar que a criança esteja bem de saúde. 

O Caso
A funcionária pública Débora Santos Cunha, 34 anos, é suspeita de ter levado o bebê recém-nascido ao se passar por enfermeira. Ela teria vestido um jaleco branco e pedido o menino de dois dias que estava com a avó, alegando que iria vaciná-lo. Em seguida, fugiu em um mototáxi. 


A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente entrou no caso. Populares identificaram o mototaxista que havia levado a mulher ao hospital. O condutor colaborou com a polícia e levou os policiais até a casa da suspeita no bairro Aeroporto

Após ser presa, Débora alegou à polícia que havia perdido um bebê há três meses e teve de pegar outro para evitar que seu marido a abandonasse. 

_____________________________________________________________________-
A Diretoria do Hospital do Satélite, zona Leste, comunica que por volta das 21h desta segunda-feira, 4, foi encontrado o bebê raptado no início da manhã, das dependências do hospital.


A criança já está com a mãe e foi submetida a alguns exames. Na manhã desta terça-feira, 5, será submetida a mais procedimentos para assegurar que não está com a saúde comprometida.


A mãe da criança Francisca Eliene está com o bebê no hospital, pois ainda continua em recuperação devido ao parto cesariano.


A Diretoria do Hospital agradece o empenho e eficiência da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), ao chefe de investigação Joathan Gonçalves e equipe na condução das atividades em busca da criança, à Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Rodoviária Estadual. 


fonte>>http://www.tribunadomaranhao.com.br/blogs/crianca-sequestrada-tem-alta-e-maternidade-reforca-seguranca-1002696.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário