DIVULGAR DESAPARECIDOS-UMA LUTA DE TODOS NÓS!

Mais de 200 mil pessoas desaparecem no Brasil por ano,segundo pesquisa realizada pela ONG Movimento Nacional de Direitos Humanos e Ministério da Justiça(dados de setembro/2009).Deste total,crianças e adolescentes representam 5%.Os motivos do desaparecimento podem ser variados:tráfico de seres humanos,rapto de crianças para adoção ilegal,prostituição e exploração sexual infanto-juvenil.Para a polícia,porém,as causas apontadas acima são minoria.Muitos se perdem ou fogem de casa por causa da violência ou alguma deficiência mental.Ajude a diminuir a dor dessas famílias,divulgando fotos de desaparecidos.Uma luta de todos nós!

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Cacique continua desaparecido após ataque de madeireiros no Pará

MANAUS, AM,de dezembro (Folhapress) - A Funai (Fundação Nacional do Índio) em Altamira, oeste do Pará, informou hoje que um cacique continua desaparecido após madeireiros terem atacado índios, fiscais ambientais e policiais militares no final de semana na Terra Indígena Alto Rio Guamá, em Nova Esperança do Piriá (264 km de Belém). 

O conflito ocorreu no sábado por volta das 19h, segundo a Funai. No fim de semana, o Ministério Público Federal havia informado que o incidente ocorrera no domingo. 
O ataque ocorreu no momento em que os fiscais ambientais do Ibama iniciavam ação para retirar uma carga de madeira apreendida desde o ano passado e que havia sido extraída ilegalmente da terra indígena. 


Os madeireiros retiveram as armas dos agentes e dos policiais, que chegaram a ser mantidos reféns por algumas horas. 


Desde a manhã de domingo índios tembé estão em buscas em rios e áreas de floresta pelo cacique Valdeci Tembé, 43, que desapareceu durante o confronto. Segundo a Funai, não há policiais desaparecidos, como informou ontem a Procuradoria. 


Segundo uma testemunha, que pediu para não ser identificada, os madeireiros arregimentaram mais de cem pessoas e iniciaram as ameaças e o ataque a tiros contra a equipe do Ibama, que estava acompanhada por PMs. 


"Quando os madeireiros prenderam os dois funcionários do Ibama, o cacique Valdeci correu para mata, esperamos que ele esteja vivo", disse a testemunha. 


A Procuradoria pediu apoio da Polícia Federal e da Força Nacional de Segurança para a região, mas até a tarde de hoje o reforço não havia chegado. 


Há dois meses, os índios tembé pediram providências ao Ibama contra a extração ilegal de madeira na área. Chegaram a incendiar nove veículos dos madeireiros, entre caminhões, caminhonetes e até tratores, informou a Funai.
 

fonte>>http://tnonline.com.br/noticias/politica/4,153787,03,12,cacique-continua-desaparecido-apos-ataque-de-madeireiros-no-para.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário