DIVULGAR DESAPARECIDOS-UMA LUTA DE TODOS NÓS!

Mais de 200 mil pessoas desaparecem no Brasil por ano,segundo pesquisa realizada pela ONG Movimento Nacional de Direitos Humanos e Ministério da Justiça(dados de setembro/2009).Deste total,crianças e adolescentes representam 5%.Os motivos do desaparecimento podem ser variados:tráfico de seres humanos,rapto de crianças para adoção ilegal,prostituição e exploração sexual infanto-juvenil.Para a polícia,porém,as causas apontadas acima são minoria.Muitos se perdem ou fogem de casa por causa da violência ou alguma deficiência mental.Ajude a diminuir a dor dessas famílias,divulgando fotos de desaparecidos.Uma luta de todos nós!

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Mães da Sé’: 60 desaparecimentos em Guarulhos

Casos de desaparecimento de guarulhenses como o da advogada Mércia Nakashima, que permaneceu sumida entre 23 de maio e 11 de junho, quando foi encontrada morta, tomaram conta da mídia durante todo ano passado, e ainda continuam neste ano, com o desparecimento de Bruna Tadim, 16 anos, desde o dia 29 de dezembro.
Outro famoso caso que completa cinco meses de desaparecimento é o de Sandra Ribeiro de Jesus, 21 anos, que tem paradeiro desconhecido desde 9 de agosto do ano passado.
Mas, de acordo com dados de registros da Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas (ABCD), conhecida como ‘Mães da Sé’, esses são apenas alguns dos dramas vividos na cidade. Segundo a associação, em 2010, Guarulhos registrou 60 casos de desaparecimentos, sendo que apenas 15 foram esclarecidos, com a maioria das resoluções ainda nos primeiros dias depois que aconteceram.
Para a mãe guarulhense Nilza Macedo, 62 anos, que sofre desde 2002 com o desaparecimento do filho Alessandro, na época com 22 anos, o tempo não a fará perder as esperanças, e ela acredita na fé para ter o filho de volta. “Nunca perdi, nem perderei a esperança. É muito duro ter meu filho longe de casa, mas tenho fé que ele volte”, disse Nilza, que não sabe explicar como seria o reencontro com o filho após oito anos.
O mesmo acontece com Francisca dos Santos, que, desde outubro de 2007, não vê mais seu filho Hugo, que na época tinha apenas 10 anos e desapareceu na porta de sua casa. “Mesmo três anos depois, continuo procurando. Recebo ligações, vou a hospitais e não desistirei. Cada dia que passa, aumenta o sofrimento, mas está mais próximo de encontrá-lo”, afirmou a mãe, que já fez buscas na Capital e na Baixada Santista.
v


Em 15 anos, entidade registra mais de 9 mil casos no  Estado
v
De acordo com a Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas (ABCD), a ‘Mães da Sé’, em todo o ano de 2010, foram registrados 579 casos de desaparecimento pela entidade, sendo 347 homens e 232 mulheres vindos de todo o Brasil. Dos casos, 405 são oriundos do Estado de São Paulo e outros 174 episódios foram registrados em outros Estados.

Nos 15 anos de atividade da ‘Mães da Sé’, mais de 9.322 casos foram registrados até 2010, com 2.347 esclarecimentos, que na média chegam a quase 25 % somente.
v
Número oficial de desaparecidos na cidade ainda é uma incógnita

v
Apesar dos números divulgados pela Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas (ABCD), os dados oficiais de desaparecidos em Guarulhos, ainda são uma incógnita.

Apesar dos 60 desaparecimentos em 2010, revelados pela associação, não há números oficiais de órgãos ligados ao Poder Público.
A Polícia Civil, através do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), revela somente que, em todo o ano passado, foram registrados 20.291 desaparecimentos em todo o Estado, com 15.143 esclarecimentos, incluindo casos que se iniciaram em outros anos, mas sem discriminar as cidades de origem dos casos.
Segundo o Ministério da Justiça, que conta com a ferramenta do Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas, o número ainda não é divulgado porque o banco de dados ainda está sendo desenvolvido. A pasta informa que a Secretaria de Direitos Humanos do Governo Federal é quem possui o número real de casos na cidade e, ainda, divisão por gênero. A Secretaria, por sua vez, nega ter os indicadores e números.
v
FONTE:
http://www.folhametro.com.br/folha_metro_/f?p=254:3:3085974280819514::::P3_ID_NOTICIA,P3_ID_CADERNO:50723,909

Nenhum comentário:

Postar um comentário